sexta-feira, 6 de março de 2020

BAR FLORESTA BRASIL EM FORTALEZA É ACUSADO DE TRANSFOBIA


A estudante Amanda Felix, de 23 anos foi humilhada e constrangida por um segurança do bar Floresta Brasil, localizado em Fortaleza ao tentar utilizar o banheiro feminino.

“Meu irmão, tu vai pra onde”? perguntou o segurança do bar em meio aos outros clientes, causando um grande constrangimento. Amanda usou seu instagram para denunciar o crime.

   “Foram reclamar dizendo que tinha ‘um homem’ usando o banheiro e ele (segurança) chegou me perguntando: 'Meu irmão, tu vai pra onde?'", relatou a vítima na postagem em sua rede social, alertando para que travestis não frequentassem mais o local. “Não venham pra cá, a menos que queiram sofrer a transfobia nossa do dia a dia. Tô muito mal e preciso de apoio”, destacou.

DISCRIINAÇÃO É CRIME E FORTALEZA TEM UMA LEI PARA PUNIR

A lei 8.211/98 pune "qualquer ato de discriminação por estabelecimentos comerciais, industriais, empresas prestadores de serviços e similares, com base em orientação sexual." Entre as sanções previstas estão desde multas até a cassação do alvará de funcionamento desses estabelecimentos.

Denuncie! Busque seus direitos! Não fique calado (a). Ao sofrer qualquer tipo de discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero, faça um B.O., filme, exponha na internet ou busque o auxílio de entidades locais, como o Centro de Referência Janaína Dutra, a Comissão de Diversidade Sexual e Gênero da OAB-CE, a coordenadoria da diversidade do estado do Ceará, a Aliança Nacional LGBTI, ou o Fórum Cearense LGBT.

COLETIVO MÃES PELA DIVERSIDADE MARCA ATO EM FRENTE AO FLORESTA BRASIL CONTRA LGBTFOBIA

O coletivo Mães Pela Diversidade estará promovendo um manifesto contra a homofobia em frente ao Bar Floresta que até o momento não se pronunciou sobre o ocorrido.

Local: Floresta Brasil
Dia: Amanhã, sábado (7/3)
Hora : concentração em frente as 19h

Da Redação Onix com informações Jornal O Povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário