quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

CASAL EXPULSO DE HOTEL POR HOMOFOBIA EM ARAGUAÇU

Um casal homossexual registrou boletim de ocorrência na delegacia de Alvorada, no sul do Tocantins, alegando que foi expulso do Hotel Vitória, em Araguaçu, por homofobia. Os dois homens foram até a cidade passar o Natal com a irmã de um deles e contaram que já tinham realizado o check-in e feito o pagamento com cartão de crédito quando o problema começou.

Segundo eles, um funcionário informou que eles teriam que se retirar porque o dono do estabelecimento não aceitava homossexuais no local. Um dos clientes teria tentado argumentar e dito que a conduta se enquadrava em crime de racismo. O funcionário teria então concordado com que os dois permanecessem no local.

Minutos mais tarde, o funcionário teria mudado de ideia e dito que mesmo assim o dono não aceitaria que eles ficassem no local. Eles teriam então pedido o dinheiro da diária de volta. O funcionário não conseguiu fazer o estorno na máquina de cartão e pegou dinheiro em espécie do próprio bolso para fazer a devolução.

No momento da saída, um dos hospedes teria pegado uma ficha de check-in. Neste momento, o dono do hotel teria chegado e empurrado uma das vítimas. Eles teriam então ido até a delegacia para registrar o caso.

A advogada de Joidson Bezerra de Araújo, que é o dono do Hotel Vitória, negou a ocorrência do crime de racismo ou de homofobia. Negou ainda que tenha ocorrido alguma agressão. Disse que o casal se alterou quando o atendente pediu a certidão de casamento e que por isso eles decidiram deixar o hotel por conta própria.

Fonte G1