quinta-feira, 24 de outubro de 2019

CHÁ DAS QUINTAS COM HELLEN ANDERLLE, POR TATIANA HILUX


HILUX - OLÁ, AMORE, QUE BOM RECEBER ESSA LINDA MISS AQUI NO MEU BLOG. ME FALA UM POUCO COMO ESTÃO OS PREPARATIVOS PARA O MISS RJ PLUS.

HELLEN: Primeiramente, quero dizer que é uma imensa satisfação está aqui batendo esse papo com você e para que outras pessoas possam está conhecendo mais um pouco sobre o nosso trabalho. Os preparativos para o Miss RJ Plus Size ainda estão na fase de criação. Estou definindo modelo, cores, materiais a serem utilizados e principalmente, quero mostrar um trabalho bastante legal no desenvolvimento do show. Tudo pensado com muito carinho e dedicação para conquistar o público e os jurados!!!!

HILUX - ASSIM COMO EU VOCÊ FOI UMA MISS MAGRA E DEPOIS FICOU GORDINHA... COMO TEM SIDO ESSA TRANSIÇÃO DE CATEGORIA?

HELLEN: A transição está sendo um pouco difícil sim! Porque às vezes a cabeça funciona de um jeito e o corpo responde de outro. Durante muito tempo buscava a todo custo voltar ao meu de antes e nutria a vontade de competir nos concursos regulares. Havia uma cobrança enorme do público quando me via em algum evento ou redes sociais o porquê do meu aumento de peso: ansiedade e depressão! E quanto mais eu tentava voltar ao corpo de antes mais eu engordava, minha estima abaixava mais e eu me tornava mais recluso. Um dia, conversando com a minha psicóloga cheguei a conclusão que o meu excesso de peso não fazia mais bonita ou não, mais talentoso ou não! Que as pessoas são diferentes sim!!!!! E que não cabia a mim querer modificar a minha aparência para simplesmente caber no padrão exigido pela sociedade. Foi aí que decidi competi na categoria Plus Size e mostrar que sim, estou acima do peso mas continuo sendo a mesma pessoa.

HILUX - SUA DUBLAGEM É BEM DRAMÁTICA E CHEIA DE TALENTO. O QUE TE INSPIRA PARA COMPOR SEU SHOW?

HELLEN: Em relação aos shows... Gosto de músicas que me toquem! A letra, a batida, a voz de quem está cantando, os arranjos... Eu pego aquela emoção que a canção passa e transformo em minha!!!! Não necessariamente refletem o momento que estou passando, mas naquele momento é como se eu estivesse vivendo aquela história que está sendo cantada.

HILUX - SUA CARREIRA COMO COSTUREIRA É ESPLÊNDIDA E CHEIA DE SUCESSOS. FALA UM POUCO SOBRE SUA PROFISSÃO.

HELLEN: Sempre gostei muito de vestidos e desde muito pequeno queria de alguma maneira recriá-los. Mas a oportunidade de começar a costurar foi justamente quando entrei para o meio artístico. Não tinha condições de pagar para fazer meus figurinos e eu tinha uma máquina parada em casa, comecei em 2008 a fazer um curso de Moda oferecido pela CUFA/Madureira e dali comecei a fazer meus figurinos. Nunca pensei em viver da costura que era apenas um hobby. Surgiu o interesse de outras pessoas próximas de show e comecei a costurar para fora. Nesse tempo trabalhei com grandes pessoas que me ensinaram muito dentro da profissão! Sou muito grato ao Edinardo Braga e ao Anderson Ferreira. E atualmente montei meu cafofinho de costura aonde estou me dedicando a profissão que aprendi amar…

HILUX - ALGUMA VEZ VOCÊ JÁ PENSOU EM JOGAR TUDO PARA CIMA E PARAR COM AS MONTAGENS? POR QUÊ?

HELLEN: Pensei e parei várias vezes! Nunca gostei de fazer show para ser franca... Queria ser Miss! Comecei a fazer shows para fazer contatos e nunca achei que fosse dar certo. Quando me montei a primeira vez, minha intenção nunca foi ser artista. Eu queria era fervo! Mas as coisas foram encaminhadas para um patamar tão legal que comecei a me dedicar mais a arte do transformismo! Porém vinha desde 2010 querendo parar... Parei várias vezes mas sempre voltei pela insistência e carinho do público, principalmente os grandes amigos que fiz no Bar do Hélio e na Turma Ok. Em 2017 tomei a decisão de não mais me dedicar aos palcos e focar mais na minha vida pessoal e profissional. Tomei a decisão de não mais fazer show com frequência. Agora faço turnê!!!! Tiro uns dois meses, faço alguns shows para pessoas que gosto e admiro e depois volto pra máquina de costura!!!!! Atualmente, ser artista no meio LGBTQ é muito difícil. Poucas casas, pouca remuneração, muito ego envolvido. Isso me desestimulou muitoooooo....

HILUX - O QUE VOCÊ MAIS ADMIRA EM SI MESMA?

HELLEN: Sou uma pessoa difícil de falar sobre eu mesma. Tenho baixa estima devido problemas psicológicos e isso influência muito negativamente. Tem pessoas que não me conhecem e as vezes me acham fechada ou até mesmo esnobe! Na verdade tenho medo de me aproximar de quem eu não conheço. Em certos casos sou até tímido!!!!  Mas acredito que a simpatia, bom humor, a capacidade de mesmo está atolado em problemas e sempre está disponível em ajudar quem precisa. Mesmo as vezes dizendo que não vou estender a mão porque o povo já quer o braço kkkk A vida pode não estar tão boa mas um sorriso ajuda sempre a melhorar.

HILUX - OBRIGADA DEMAIS POR SUA ATENÇÃO E DISPONIBILIDADE... DEIXA UMA MENSAGEM PARA OS LEITORES DO PORTAL ONIXDANCE, POR FAVOR...

HELLEN: Quero deixar um xeeeeêro bem gostoso a todos os leitores do Portal Ônix. Especialmente a você, Tatiana que com essa oportunidade divulga a nossa arte transformista e mostra um pouco de nós artistas além do palco. Um forte abraço e até a próxima em algum palco, passarela ou camarins por aí!