quarta-feira, 16 de outubro de 2019

PAI E MÃE PRESTAM HOMENAGEM A FILHO LGBT EM FESTA DE ANIVERSÁRIO

A foto do parabéns foi registrada e rapidamente compartilhada nas redes sociais. Os internautas escreveram mensagens de apoio aos pais de Ryan.

"Família maravilhosa", "Que gesto lindo" e "Que amor" foram os principais comentários.



Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Pérolla Lee (@perollalee) a

A imagem também foi compartilhada pela jornalista Maíra Azevedo, colaboradora do Encontro com Fátima Bernardes, no Instagram. Ela aproveitou a oportunidade para falar sobre a importância de ressignificar o termo 'viado'.

"É importante e é fundamental que pessoas LGBTQI+ possam ter apoio, carinho e afeto de suas famílias! Que termos usados de forma pejorativa possam ser ressignificados para apenas expressar que toda forma de amor vale a pena", afirmou.

Na semana passada, em São Caetano do Sul, na grande São Paulo, Richard Alcântara, que é trans, também foi homenageado pela família. Ele costuma andar sem camiseta e cobrindo os mamilos, pois ainda não fez a cirurgia de retirada dos seios. Os outros homens da família decidiram imitá-lo para mostrar que todos são iguais a ele, independentemente de terem nascido ou não com o sexo biológico masculino.

Fonte: Terra

EDUARDO BOLSONARO TENTA IRONIZAR SIGLA LGBT, MAS VIRA PIADA


O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) virou motivo de piada na internet após publicar uma imagem vestindo uma camiseta que ironiza a sigla LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros). “O conceito de LGBT foi atualizado com sucesso”, afirmou o Zero Três, exibindo as mesmas letras, mas com referências, em inglês, a Liberty (Liberdade), Guns (Armas), Bolsonaro e Trump.
O parlamentar exibiu a camiseta durante a conferência conservadora CPAC e, segundo ele, foi um presente de uma equatoriana que mora na Argentina. “Curtiram?”, questionou. Logo após a publicação, os usuários das redes sociais caçoaram da publicação com um alerta de que o parlamentar havia esquecido da letra Q. De Queiroz.

PLENÁRIO REJEITA INCLUSÃO DE LGBTS E OUTRAS MINORIAS EM POLÍTICA DE DIREITOS HUMANOS

O Plenário da Câmara dos Deputados rejeitou por 284 votos a 114, emenda do deputado Paulo Pimenta (PT-RS) à Medida Provisória 886/19 que pretendia incluir os direitos das minorias étnicas e sociais e da população LGBTI nas políticas e diretrizes de direitos humanos, a cargo do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.