terça-feira, 1 de outubro de 2019

FILHO DE ALEX ESCOBAR, APRESENTADOR DA GLOBO, ACUSA O PAI DE HOMOFOBIA E PEDE SOCORRO


Pedro Escobar, filho do apresentador Alex Escobar, do Globo Esporte, publicou um desabafo nas redes sociais em que afirma que o pai não aceitou sua homossexualidade e não estaria cumprindo com suas obrigações de pai. O apresentador e a irmã de Pedro, Mariana Escobar, negaram a versão do jovem.
“O meu pai é o apresentador do Globo Esporte, Alex Escobar, e depois de sofrer muitos abusos da parte dele, eu decidi expor e me manifestar. Eu tenho depressão há 5 anos. Desde que ele descobriu que eu era gay e passou três meses sem falar comigo. Depois disso as coisas só foram piorando mais. Em dezembro de 2017 eu tive uma tentativa de suicídio onde eu tomei uma grande quantidade de remédios e fiquei internado. Nesta ocasião, a única ação dele foi me dar uma bronca e dizer que sou um ingrato por fazer isso”, escreveu Pedro no Twitter em conta já apagada. Ele ainda disse que está a beira de cometer suicídio e definiu o pai como “um monstro”.
O jornalista se defendeu dizendo que as afirmações são “totalmente mentirosas” e que mantém a consciência limpa, apesar de estar triste com a declaração. “Como me defender de uma coisa que eu não sou? Que eu não faço? Estou sendo injustiçado. E é a minha palavra contra a dele, infelizmente. Pergunta para as pessoas que me conhecem, que convivem comigo, nossa família. Essas pessoas podem dizer melhor do que eu”, declarou ao colunista Leo Dias, do UOL.
Diante da declaração, a outra filha do apresentador, Mariana Escobar, foi procurada e disse que seu irmão, que segundo ela é diagnosticado como sociopata, pode estar passando por uma crise. “Ele é um sociopata diagnosticado. Meu pai tenta ser com ele o que ele é comigo. Mas é muito complicado. Meu pai paga o aluguel dele, a mesada, e custeia os estudos. Mas ele largou o ensino médio. Ele teve problemas com a minha mãe, quis se mudar da casa da minha mãe, e a primeira coisa que meu pai fez foi procurar um apartamento pra ele morar. Ele escolheu morar em Niterói pra ficar bem longe da gente. Ele sai direto, faz o que quer com o dinheiro que meu pai dá pra ele. Então é injusto ele dizer que não tem respaldo algum. Recentemente, meu pai arranjou até um emprego para ele”, declarou Mariana à colunista Fábia Oliveira, do O Dia.
Fonte: Revista Forum