quarta-feira, 8 de maio de 2019

TOP GAY CEARÁ CONVOCA MISSES ELEITAS NAS SELETIVAS PARA CONFIRMAR INSCRIÇÃO


A décima segunda edição do concurso Top Gay Ceará, acontece em agosto e o tema deste ano será; TRADIÇÕES NORDESTINAS – A VOZ DA RESISTÊNCIA.

A partir da última terça-feira (07), a direção do Top Gay está convocando as misses eleitas nas seletivas 2018/2019 para confirmarem a participação na edição deste ano do Miss das Misses.
Os candidatos podem confirmar participação através do email: onixdance@outlook.com

LIVRE! DIEGO HYPOLITO SAI DO ARMÁRIO E REVELA QUE É GAY

Em uma entrevista ao UOL, o ginasta Diego Hypolito confessou sua homossexualidade: "Nunca mais vou deixar de viver o que eu sou. Eu sou gay". 

Diego sai do armário aos 32 anos de idade após anos de sofrimeto e solidão tendo que esconder quem realmente é.

Eu vivi a solidão de não ter ninguém com quem eu pudesse compartilhar os dilemas de ser uma pessoa gay numa sociedade preconceituosa. Por mais que todo mundo tenha a impressão de que tem muito gay na ginástica, não tem. Todo mundo me zoava, zombava do meu jeito. Eu tinha o sonho de conseguir uma medalha olímpica e faria de tudo para chegar lá, até esconder quem eu era. Eu tinha certeza que se um dia eu saísse do armário publicamente, perderia patrocínios e minha carreira seria prejudicada.

Diego ainda falou da reação negativa da mãe ao revelar para ela sua sexualidade e do apoio incondicional que recebeu da irmã a também ginasta Daniela Hypolito.

Apesar de dizer que não vai levantar bandeira, Diego tem consiência da importância de sua revelação, tanto na sua vida como na de milhares de jovens que sofrem a dor de esconder sua orientação sexual, o que leva muitos ao suicídio.

Leia entrevista no uol

SUBSTITUTO DE JEAN WYLLYSO DEPUTADO DAVID MIRANDA PROPÕE LEI PARA PROTEGER A VIDA DE PESSOAS LGBTI+



O deputado federal David Miranda (PSOL-RJ) protocolou seu primeiro projeto de lei nesta terça-feira (7). A proposta dispõe sobre a proteção de pessoas em situação de violência baseada na orientação sexual, identidade de gênero, expressão de gênero ou características biológicas ou sexuais, o que o deputado descreve como uma espécie "Lei Maria da Penha LGBT".

"A cada 20 horas, um LGBTI+ é assassinado. A população de travestis, mulheres transexuais e homens trans é ainda mais vulnerável. Se aprovada, essa Lei poderá garantir uma série de medidas protetivas que poderão salvar milhares de vidas", disse o deputado, ao explicar a importância da lei.
"Será um avanço civilizatório importante em tempos de obscurantismo. Mais um passo na direção da construção de uma sociedade verdadeiramente mais justa e democrática", finalizou David.
Fonte: Brasil 247