sábado, 16 de novembro de 2019

FERNANDO MARÇAL UMA HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO E GARRA A FRENTE DO MISS GAY JOSÉ WALTER


Fernando Marçal é o responsável pelo tradicional Miss Gay José Walter, que chega a trinta anos de existência e vai comemorar neste sábado dia 16 na  sua 25ª edição.
Fefé é conhecido por sua garra, seu ativismo e sua liderança, mas pouca gente conhece suas vitórias na vida que teve muitas viradas. Foi Goleiro do Fortaleza EC, modelo, Garoto José Walter, Miss Gay José Walter, Miss Gay serrinha, Miss Gay Conjunto Ceará e hoje relaizador do mais tradicional certame de beleza trasformista de bairros do estado. Confira nossa entrevista:

ONIX - CONTA PRA GENTE QUEM É O FÉFÉ?

FERNANDO MARÇAL - O Féfe é uma pessoa lutadora, vitoriosa, que vai em busca dos seus objetivos. Eu sou uma pessoa simples sem vaidades que corro atrás dos meus objetivos. Sempre gosto de ajudar quando posso, mas fica dificíl para mim falar de mim mesmo, rss. Na verdade quem tem que falar sobre mim, são as pessoa que estão ao meu redor. Ultimamente estou muito caseiro, gosto de ajudar as minhas irmãs. Tenho três irmãs que amo.

ONIX - VOCÊ TAMBÉM TEVE UMA CARREIRA VITÓRIOSA NAS PASSARELAS COMO MISS E CHEGOU A CONQUISTAR VÁRIOS CONCURSOS EM UM MESMO DIA. CONTA PRA GENTE.

FM - Rss. Tenho sim uma carreira vitóriosa nas passarelas. Em 1986, fui garoto José Walter na terceira edição do concurso. Na época era modelo e fazia sucesso nos concursos para meninos, que aconteciam nos colégios do bairro. Foi como Garoto José Walter que fui apresentado ao mundo dos miss gay e no juri desses eventos nasceu em mim a vontade de ser uma miss. Fui Miss Gay José Walter 1994 e na mesma noite venci o Miss Gay Serrinha e o Miss Gay Granja Portugal e também venci posteriormente o Miss Gay Conjunto Ceará.

ONIX - QUANDO E O QUE TE LEVOU A ASSUMIR A COORDENAÇÃO DO MISS GAY JOSÉ WALTER?

FM - Como assumi o MGJW é uma história complicada que até hoje alguns não aceitam. Em 1989 o primeiro MGJW aconteceu no antigo Grêmio Recreativo do Ex vereador Joaquin Aristides. Naquele tempo o preconceito já nos deixava sem espaço. Quando conhecemos nossa saudosa Ilda Barros, que era lider comunitaria do bairro e nos levou até a ele. Montamos uma turma para realizar a primeira edição. Esta noite de 89 foi muito turbulenta por causa do preconceito a policia precisou fazer um corredor para o público, os artistas e as candidatas podrem ter acesso ao evento. Mesmo assim o clube super lotou com familias inteiras. Após alguns anos, procuramos a então vereadora Nelba Fortaleza. Foi então que me ofereci para intermediar junto a regional para a realização do Miss. Sempre tive muitas amizades dentro da política e no dia que nos reunimos e a Dra Neuba percuntou de quem era o concurso respondi que era meu. "Pois confio que você vai se responsabilizar por tudo." disse ela e autorizou o apoio e comecei a correr atrás de faixas etc. Só que eu queria concorrer pois meu sonho era ser Miss Gay José Walter. Já tinha participado do primeiro ficando em 4º lugar. Deixei com eles a escolha da comissão julgadora para que tudo fosse feito com transparencia. Após esta edição o concurso teve um hiato de 4 anos por motivos de brigas para ver de quem eram os direitos sobre o MGJW... Então tomei a frente e até hoje estou a frente. 

ONIX - VITE E CINCO ANOS DE RESISTÊNCIA, AINDA HOJE AS DIFICULDADES EXISTEM PARA REALIZAR UM EVENTO COMO ESTE?

FM - Sempre a Dificuldade, quando você se propõe a fazer algo, se não tiver dificuldade não vale a pena. São 25 anos de muita luta, as dificuldades basicamente são as mesma, local do evento, estrutura, cachês dos artistas e ainda mais nesse ano , que o nosso CSU Não existe mais e fizermos de tudo pra continuar essa luta e continuar no nosso bairro.

ONIX - DAS 12 EDIÇÕES DO TOP GAY CEARÁ O JOSÉ WALTER TEVE REPRESENTANTE EM 11 DELAS, ISSO MOSTRA UM COMPROMETIMENTO DA COORDENAÇÃO COM A MISS ELEITA E COM O CONCURSO ESTADUAL E RESULTOU EM 4 TITULOS E GRANDES PARTICIPAÇÕES A QUE VOCÊ ATRIBUI ESTES RESULTADOS?

FM - Sempre foi uma emoção ver as misses José Walter no Top gay Ceará, e principalmente quando desde 11 anos , temos 4 top gay. Creio e Vejo, que o José Walter é um celeiro de Grandes Artistas, passamos isso pra cada miss eleita e cada candidata, ter a responsabilidade de levar o bairro José Walter pro mundo. Temos uma grande responsabilidade de fazer Mostrar a miss gay José Walter o caminho da arte.


ONI - A EMOÇÃO É DIFERENTE PARA CADA CONQUISTA? COMO VOCÊ DESCREVERIA CADA UMA DELAS?

FM - A emoção é diferente sim, para cada uma delas. No primeiro título que conquistamos com a Naara Vuitton o falecimento de minha mãe me impediu de estar presente e não pude sentir o sabor de presencia esta conquista ao lado dela. Sempre tive o sonho de fazer uma TOP GAY CEARÀ. Levei seis anos para realizar este sonho de ter minha primeira Top. E quando a conquista vei eu não pude estar presente...Mas Naara entendeu a minha ausencia pelo doloroso motivo. Em 2015 no ano da Kyara Hilton, minha segunda Top Gay, eu estava presente e fiquei muito feliz, chorei muito subi na passarela a emoção foi tanta subi na passarela para abraça-la. Tenho uma amor e um orgulho imenso e igual por todas as quatro. (Mas tenho que lidar com as crises de ciúme delas rss). Em 2016 chegou a vez de Kelly Wellask que sonhava a vários anos com o Titulo de Top Gay e quiz Deus que ela conquista-se a faixa após ser eleita Miss Gay José Walter. (Fomos agraciados por Deus porque para descer mais uma vez o Top Kelly teria que descer um Miss de Bairro e escolheu o nosso. A minha quarta Top Gay tem uma história parecida com a da Kelly, pois Narrasha Dellatorre sonhava com o título não somente de Top Gay, mas de Jose Walter também. Tenho dois Ns e 2 Ks vencedoras do TOP GAY.


ONIX - ALÉM DO MISS GAY JOSÉ WALTER, VOCÊ REALIZA O ELES & ELAS, DRAG JOSÉ WALTER E A PARADA LGBT DO BAIRRO, COMO FICA A QUESTÃO DE APOIOS DE ENTIDADES lgbt E DO PODER PUBLICO?

PM - Rsrsr, Pergunta bem complicada. Falar em " apoio" é bem complicado. Em várias vezes recebi não na minha cara, já fui enganado, já fui traído. Mais sempre aparece uma luz no fim do túnel. A política está no meio, e esse NÃO vem por causa disso,  seu apoio candidato A ou B não vem ao caso, acho que a " ajuda " é pra ser a todos. Graças a Deus sempre tive força e coragem pra ir atrás dos meus objetivos, já tive ajuda da prefeitura e do estado, mais não são as minhas bases dos meus eventos. Agradeço a várias parcerias que eu tenho, a vereadores e pessoas públicas que fazem desse cargo , que consigo algumas coisas. E já faço a 25 anos o miss gay José Walter, tem ano que tiro do meu ordenado pra realizar os eventos, mais isso é uma satisfação e carinho em fazer isso.

ONIX - CONTA O QUE O PUBLICO PODE ESPERAR DA 25ª EDIÇÃO DO MISS GAY JOSÉ WALTER?

FM - Os 25 anos do Miss Gay José Walter, está sendo bem complicado. Não temos mais o nosso valioso CSU, então tudo complicou, tive até lugares públicos pra realizar o evento, mais não queria perder a essência do Miss, e fui atrás, lutei, chorei, mais consegui um lugar lindo, e não tirar essa edição do miss Gay José Walter do bairro. Acho que o concurso tem que ser no bairro, e ainda quando se trata de 25 anos de História. Estamos preparando uma linda festa, com 5 lindas canditadas, uma estrutura maravilhosa, um show que está sendo montado especialmente para os 25 anos, com todo o elenco do José. Então, não vejo a hora e o dia, pra realizar esse evento.


ONIX - NAARA VUITTON E LORRANA LAYSER, SÃO DUAS ARTISTAS QUE ESTÃO AO SEU LADO NA PRODUÇÃO JÁ HÁ ALGUM TEMPO, COMO VOCÊ DEFINIRIA AS DUAS?

FM - Falar de Naara Vuitton é facíl, todo mundo sabe o orgulho que tenho dela, Foi a primeira a me dar o orgulho de ter uma TOP GAY CEARÁ no meu cast de Misses. Quando fiz o convite ela ficou calada, mas aceitou o desafio o que me deixou muito feliz..Lorrana Layser gosto de dizer que fui eu que lancei ela no meio artistico, por ter começado no palco do JW. Não sou o padrinho mas isso me deixa muito orgulhoso. Elas já estão no comando do MGJW a seis anos e neste time tem também a Kyara Hilton, que este ano não estará presente pois busca hoje a noite mais uma coroa nacional na sua carreira vitoriosa. Naara e Lorrana ainda me ajundam muito, muito mesmo na produção desse evento grandioso. Quero agradecer ao Portal Onix nas pessoas de Irivan e Vladimir por puder me dar a oportunidade desta entrevista, espero que vocês gostem. ( Como brinco com eles foi preciso passar 25 anos para eles me entrevistarem)

ONIX - A PARTIR DE 2020 A TOP GAY  É OFICIALMENTE A REPRESENTATE DO CEARÁ NO MAIOR CERTAME DE BELEZA TRANSFORMISTA DO PAÍS, QUE É O MISS BRASIL GAY OFICIAL EM JUIZ DE FORA, PRA VOCÊ QUE ACOMPANHA A TRAJETORIA DO TOP TODOS ESTES ANOS, COMO VÊ A CONQUISTA DESTA VAGA E QUAL IMPORTÂNCIA DELA PARA O MOVIMENTO MISS COMO UM TODO?

FM - Sou suspeito a falar rsrsr, acho que essa vaga já era pra ser do top gay a anos. O top gay , tem uma trajetória de conquista e credibilidade no Ceará, dando a visibilidade aos menores, a periferia e por incrível que pareça, esses menores, que se tornaram o Top Gay Ceará o MAIOR CONCURSO DO ESTADO. Isso é top gay, revelar maquiadores, cabeleireiros, aderecista, estilistas e artistas. Acho, que a arte Transformista, só tem a ganhar mais, e tenho a certeza que os meninos do top gay Ceará, ainda vai dar muito à falar lá fora. Feito isso, nossa miss gay José Narrasha Delatorre, foi como Top gay pelo o estado do Roraima no Miss Brasil gay oficial, e fez história, com isso, quem Ganhou fomos todos nós. Os olhos se voltaram ao Ceará, mesmo ela não representando o estado, mais estava estampado no seu olhar o orgulho de ser cearense. Isso é fruto de um trabalho feito com humildade e compromisso dos meninos do top gay. Que essa vaga veio como presente e reconhecimento ao trabalho de 12 anos do Top gay, parabéns.
Desde já quero agradecer ao site Onix dance pela oportunidade de falar um pouco de mim, e lembrando dia 16 de Novembro as 22:00 no lê Saron Buffet a 25 ° Miss Gay José Walter 2020
Te esperamos la

Nenhum comentário:

Postar um comentário