sábado, 30 de novembro de 2019

FRANÇA E ALEMANHA AVANÇAM PARA PROIBIR 'CURA GAY'


Já faz um ano e meio que o Parlamento Europeu adotou um texto para incitar os países membros a proibirem as práticas de “cura gay” no bloco. Entretanto, até hoje apenas a pequena ilha de Malta transformou a questão em delito, além de algumas comunidades autônomas espanholas, como Valência. França e Alemanha preparam projetos de lei para incriminar a chamada “terapia de conversão”.

Na França, a deputada centrista Laurence Vanceunebrock-Mialon, ex-policial, assumiu o comando desse combate, depois de tomar conhecimento sobre o quanto as sessões de suposta cura da homossexualidade, inclusive por exorcismo, são frequentes no país. Essas sessões são promovidas por alas ultraconservadoras da Igreja Católica ou por grupos evangélicos pentecostais.

Desde o início de novembro, uma comissão de investigação parlamentar criada para identificar a realidade da situação na França ouve supostos terapeutas e vítimas. “Essas práticas não só existem como estão se desenvolvendo”, disse Timothée de Rauglaudre, jornalista e escritor, coautor de Dieu est Amour (“Deus é Amor”, em tradução livre).

Durante mais de um ano, Rauglaudre e o também jornalista Jean-Loup Adénor se infiltraram nos dois principais grupos de “cura gay em atuação na França, Courage e Torrents de Vie. As imagens da apuração se tornaram um documentário, Homothérapies – Guérisons forcées (Homoterapias: curas forçadas”, em tradução livre), de Bernard Nicolas, que causa polêmica no país.

“A sessão se inspira nos Alcoólicos Anônimos. Os encontros começam com ‘Bom dia, me chamo Fulano e tenho atração por pessoas do mesmo sexo’”, relatou Adénor, em sua audiência na Assembleia francesa. “Eu perguntei se eu tinha chances de voltar a ser hétero e me responderam, um pouco embaraçados, que sim.”

'Gritos horríveis' em exorcismo

Em um dado momento, Adénor é convidado a participar de uma semana de “terapia intensiva” em uma localidade remota da França. Foi quando o jornalista ouviu a realização de um exorcismo para “reverter” a homossexualidade de uma mulher.
“Eram gritos horríveis. A equipe veio imediatamente me ver e dizer para eu não me preocupar, porque ‘quando o Cristo tira um demônio de um corpo, não é para ir morar em outro’”, conta o repórter.
A atividade não é ilegal, mas tolerada. A associação David & Jonathan, formada há quase 50 anos por LGBTs cristãos, afirma que as “curas gays” realizam atividades dissimuladas, sob a forma de “acompanhamento” ou “ajuda à construção da identidade”, com um viés de consulta psicológica – no entanto, não conta nem com psicólogos, nem psiquiatras. Os fiéis que se sentem desconfortáveis em assumir a homossexualidade, com frequência praticantes, são os mais suscetíveis a procurar o serviço, em geral voluntariamente. Essa atuação velada faz com que o problema seja ignorado pela maioria dos países e tolerado pela igreja.


sexta-feira, 29 de novembro de 2019

VESTIDO ICÔNICO DE JENNIFER LOPEZ VIRA CASO DE JUSTIÇA NOS EUA

O vestido que Jennifer Lopez usou no Grammy de 2000 entrou para a história dos tapetes vermelhos: a peça da Versace que a artista chamou atenção na época pelo decote poderoso e transparência. Quase 20 anos depois o item icônico virou assunto novamente: ele se tornou caso de Justiça nos Estados Unidos.

De acordo com o ‘TMZ', a grife italiana está processando a Fashion Nova, uma marca de fast fashion, por copiar o vestido da cantora. A maison alega que a empresa é uma “infratora em série especializada em imitações”. A Fashion Nova vende a cópia da peça desde 2013.



A versão fake chama-se ‘Love Don't Cost a Thing’, nome inspirado em uma música de J-Lo, e era vendida por US$ 69 (quase R$ 300).
Os funcionários da Versace alegam à publicação que Fashion Nova ignorou um aviso da grife sobre a questão em julho e eles não tiveram outra escolha a não ser processar a marca por todos os lucros das réplicas do vestido.
Fonte:Yahoo

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

PEDRO CARVALHO, O ABEL DE ‘A DONA DO PEDAÇO’, É CASADO COM ADVOGADO

Muita gente torceu para que Abel e Britney terminassem juntos em “A dona do pedaço”. Quando os atores Pedro Carvalho e Glamour Garcia apareceram em fotos fazendo compras juntos num shopping do Rio, esta semana, a mesma torcida desejou que a relação tivesse extrapolado a ficção. Mas não. Assim como Glamour tem seu amor na vida real, Pedro tem o seu: o marido João Henrique Simonetti.
João Henrique é mais um dos motivos para que Pedro tenha fixado residência no Brasil. O português de 34 anos, e o advogado, de 35, moram juntos há quase dois anos, mas mantêm uma discreta relação, só conhecida dos amigos mais próximos e colegas de profissão, além das famílias de ambos.
Raramente postam fotos juntos sozinhos e estão sempre cercados de amigos. Mas não economizam em afeto. Nas redes sociais, emojis de coração são os preferidos de Pedro Carvalho para comentar as fotos de João Henrique.






Entrosados, Pedro e João Henrique curtem viajar (já fizeram duas para a Europa), praia e ficar em casa, que é chamada de “meu cantinho” pelo ruivo bonitão. Foi no tal cantinho que ele ganhou do ator uma festa surpresa no aniversário de 2017, quando até a mãe do rapaz viajou de Cajobi, no interior de São Paulo, onde ele nasceu, para o Rio e comemorou com o filho e o genro a nova idade.
Fonte: EXTRA

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

A VEZ DA BELEZA PLUS SIZE. MISS A VEZ DA BELEZA PLUS SIZE. MISS GAY CEARÁ PLUS SIZE ACONTECE EM MARÇO PLUS SIZE ACONTECE EM MARÇO

O Ceará por seus inúmeros certames dedicados a beleza transformista, movimento que se identificou e ganhou a proporção que tem hoje a partir de 2009 quando o Top Gay Ceará instituiu o sistema de seletivas para o certame estadual e criou a Rede de Concursos parceiros revitalizando certames já existentes e incentivando a realização de novos certames tanto nos bairros da capital cearense, cidades da região metropolitana e do interior do estado, se tornou um celeiro de grandes misses e vem colhendo os frutos com participações maravilhosas de suas misses no cenário nacional, inclusive com a conquista de títulos nos certames de beleza transformista nacional. 

Registrado isso, vamos falar de uma nova vertente dessa arte que começa a ganhar força no nosso estado afinal a beleza indepente de tipo físico.

A partir de 2020 o Miss Ceará Gay Plus Size que aclamou grandes misses como Mônica Lepinsk, Tatiana Hilux e Samylla Marrie, vai eleger sua miss de maneira convencional, através de uma comissão julgadora.

ACLAMAÇÕES ATRAVÉS DA REDE DE MISSES DO TOP GAY CEARÁ. 

Apenas para esta edição, as candidatas ao título de Miss Gay Ceará Plus Size serão escolhidas através de aclamações que vão até o dia 31 de janeiro de 2020.

EM MARÇO 

O Miss Gay Ceará Plus Size vai acontecer em março de 2020, com data ainda a ser divulgada. As candidatas se apresentarão em trajes típico e de gala.
Então meninas chegou a vez da beleza Plus Size ocupar seu lugar de direito no Celeiro de misses que é  o Ceará. 


MISS BRASIL JÚLIA HORTA APARECE DESLUMBRANTE EM ENSAIO VISANDO O MISS UNIVERSO 2019

Muito criticada por sua beleza "comum", na opinião de muitos fãs do Miss Brasil, a atual detentora da coroa que se prepara para concorrer o Miss Universo que acontece no dia 08 de dezembro em Atlanta nos EUA Júlia Horta, surpreendeu a todos positivamente ao aparecer simplemente deslumbrante em ensaio postado em seu Instagram:

“Essa é a semana mais esperada da minha vida e eu estou pronta para vivê-la com muita intensidade!”, escreveu em uma postagem aonde aparece maravilhosa em um deslumbrante traje de gala.

Nossa Júlia ainda se encontra no Brasil e embarca dia 28 para os EUA, lá vai passar por várias etapas até chegar na tão esperada noite no palco do Miss Universo 2019.













"Sumida" das redes ela fez questão de tranquilizar os fãs que se mostraram preocupados com sua ausência. 

“O tempo mudou muito e fiquei com um mal estar. Como preciso me preparar, preciso ficar quietinha, me cuidando”, justificou.

Da Redação Onix com informações: Extra.

sábado, 23 de novembro de 2019

MIKAELLY ZANOTO É ELEITA MISS BRASIL TRANSEX 2019


A representante do estado de São Paulo Mikaelly Zanoto, foi eleita a mais bela transex Brasileira,
 na noite da última sexta-feira 22 no Clube Atlético Ypiranga na capital paulista.
Mikaelly usou maravilhoso vestido assinado pelo premiado estilista Flavio Rafalski.

O Miss Transex Brasil é o mais importante certame de beleza para mulheres travestis e transexuais brasileiras e completa 25 anos de tradição e inclusão. 
A direção é da maravilhosa Rosana Star.



quinta-feira, 21 de novembro de 2019

GUGU LIBERATO SOFRE ACIDENTE GRAVE NOS EUA E CORRE RISCO DE MORTE

É gravíssimo o estado de saúde do apresentador Gugu Liberato. Ele teria caído de uma altura de quatro metros dentro da casa onde mora, na cidade de Orlando, nos EUA, e batido com a cabeça na quina de um móvel.

Familiares de Liberato, entre eles a mãe Maria do Céu, de 90 anos, embarcaram nesta quinta-feira (21) para acompanhar o estado de saúde do comunicador. A assessoria de imprensa do artista divulgou nota dizendo que ele está sendo observado em um hospital.

Leia mais na Fórum.

sábado, 16 de novembro de 2019

FERNANDO MARÇAL UMA HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO E GARRA A FRENTE DO MISS GAY JOSÉ WALTER


Fernando Marçal é o responsável pelo tradicional Miss Gay José Walter, que chega a trinta anos de existência e vai comemorar neste sábado dia 16 na  sua 25ª edição.
Fefé é conhecido por sua garra, seu ativismo e sua liderança, mas pouca gente conhece suas vitórias na vida que teve muitas viradas. Foi Goleiro do Fortaleza EC, modelo, Garoto José Walter, Miss Gay José Walter, Miss Gay serrinha, Miss Gay Conjunto Ceará e hoje relaizador do mais tradicional certame de beleza trasformista de bairros do estado. Confira nossa entrevista:

ONIX - CONTA PRA GENTE QUEM É O FÉFÉ?

FERNANDO MARÇAL - O Féfe é uma pessoa lutadora, vitoriosa, que vai em busca dos seus objetivos. Eu sou uma pessoa simples sem vaidades que corro atrás dos meus objetivos. Sempre gosto de ajudar quando posso, mas fica dificíl para mim falar de mim mesmo, rss. Na verdade quem tem que falar sobre mim, são as pessoa que estão ao meu redor. Ultimamente estou muito caseiro, gosto de ajudar as minhas irmãs. Tenho três irmãs que amo.

ONIX - VOCÊ TAMBÉM TEVE UMA CARREIRA VITÓRIOSA NAS PASSARELAS COMO MISS E CHEGOU A CONQUISTAR VÁRIOS CONCURSOS EM UM MESMO DIA. CONTA PRA GENTE.

FM - Rss. Tenho sim uma carreira vitóriosa nas passarelas. Em 1986, fui garoto José Walter na terceira edição do concurso. Na época era modelo e fazia sucesso nos concursos para meninos, que aconteciam nos colégios do bairro. Foi como Garoto José Walter que fui apresentado ao mundo dos miss gay e no juri desses eventos nasceu em mim a vontade de ser uma miss. Fui Miss Gay José Walter 1994 e na mesma noite venci o Miss Gay Serrinha e o Miss Gay Granja Portugal e também venci posteriormente o Miss Gay Conjunto Ceará.

ONIX - QUANDO E O QUE TE LEVOU A ASSUMIR A COORDENAÇÃO DO MISS GAY JOSÉ WALTER?

FM - Como assumi o MGJW é uma história complicada que até hoje alguns não aceitam. Em 1989 o primeiro MGJW aconteceu no antigo Grêmio Recreativo do Ex vereador Joaquin Aristides. Naquele tempo o preconceito já nos deixava sem espaço. Quando conhecemos nossa saudosa Ilda Barros, que era lider comunitaria do bairro e nos levou até a ele. Montamos uma turma para realizar a primeira edição. Esta noite de 89 foi muito turbulenta por causa do preconceito a policia precisou fazer um corredor para o público, os artistas e as candidatas podrem ter acesso ao evento. Mesmo assim o clube super lotou com familias inteiras. Após alguns anos, procuramos a então vereadora Nelba Fortaleza. Foi então que me ofereci para intermediar junto a regional para a realização do Miss. Sempre tive muitas amizades dentro da política e no dia que nos reunimos e a Dra Neuba percuntou de quem era o concurso respondi que era meu. "Pois confio que você vai se responsabilizar por tudo." disse ela e autorizou o apoio e comecei a correr atrás de faixas etc. Só que eu queria concorrer pois meu sonho era ser Miss Gay José Walter. Já tinha participado do primeiro ficando em 4º lugar. Deixei com eles a escolha da comissão julgadora para que tudo fosse feito com transparencia. Após esta edição o concurso teve um hiato de 4 anos por motivos de brigas para ver de quem eram os direitos sobre o MGJW... Então tomei a frente e até hoje estou a frente. 

ONIX - VITE E CINCO ANOS DE RESISTÊNCIA, AINDA HOJE AS DIFICULDADES EXISTEM PARA REALIZAR UM EVENTO COMO ESTE?

FM - Sempre a Dificuldade, quando você se propõe a fazer algo, se não tiver dificuldade não vale a pena. São 25 anos de muita luta, as dificuldades basicamente são as mesma, local do evento, estrutura, cachês dos artistas e ainda mais nesse ano , que o nosso CSU Não existe mais e fizermos de tudo pra continuar essa luta e continuar no nosso bairro.

ONIX - DAS 12 EDIÇÕES DO TOP GAY CEARÁ O JOSÉ WALTER TEVE REPRESENTANTE EM 11 DELAS, ISSO MOSTRA UM COMPROMETIMENTO DA COORDENAÇÃO COM A MISS ELEITA E COM O CONCURSO ESTADUAL E RESULTOU EM 4 TITULOS E GRANDES PARTICIPAÇÕES A QUE VOCÊ ATRIBUI ESTES RESULTADOS?

FM - Sempre foi uma emoção ver as misses José Walter no Top gay Ceará, e principalmente quando desde 11 anos , temos 4 top gay. Creio e Vejo, que o José Walter é um celeiro de Grandes Artistas, passamos isso pra cada miss eleita e cada candidata, ter a responsabilidade de levar o bairro José Walter pro mundo. Temos uma grande responsabilidade de fazer Mostrar a miss gay José Walter o caminho da arte.


ONI - A EMOÇÃO É DIFERENTE PARA CADA CONQUISTA? COMO VOCÊ DESCREVERIA CADA UMA DELAS?

FM - A emoção é diferente sim, para cada uma delas. No primeiro título que conquistamos com a Naara Vuitton o falecimento de minha mãe me impediu de estar presente e não pude sentir o sabor de presencia esta conquista ao lado dela. Sempre tive o sonho de fazer uma TOP GAY CEARÀ. Levei seis anos para realizar este sonho de ter minha primeira Top. E quando a conquista vei eu não pude estar presente...Mas Naara entendeu a minha ausencia pelo doloroso motivo. Em 2015 no ano da Kyara Hilton, minha segunda Top Gay, eu estava presente e fiquei muito feliz, chorei muito subi na passarela a emoção foi tanta subi na passarela para abraça-la. Tenho uma amor e um orgulho imenso e igual por todas as quatro. (Mas tenho que lidar com as crises de ciúme delas rss). Em 2016 chegou a vez de Kelly Wellask que sonhava a vários anos com o Titulo de Top Gay e quiz Deus que ela conquista-se a faixa após ser eleita Miss Gay José Walter. (Fomos agraciados por Deus porque para descer mais uma vez o Top Kelly teria que descer um Miss de Bairro e escolheu o nosso. A minha quarta Top Gay tem uma história parecida com a da Kelly, pois Narrasha Dellatorre sonhava com o título não somente de Top Gay, mas de Jose Walter também. Tenho dois Ns e 2 Ks vencedoras do TOP GAY.


ONIX - ALÉM DO MISS GAY JOSÉ WALTER, VOCÊ REALIZA O ELES & ELAS, DRAG JOSÉ WALTER E A PARADA LGBT DO BAIRRO, COMO FICA A QUESTÃO DE APOIOS DE ENTIDADES lgbt E DO PODER PUBLICO?

PM - Rsrsr, Pergunta bem complicada. Falar em " apoio" é bem complicado. Em várias vezes recebi não na minha cara, já fui enganado, já fui traído. Mais sempre aparece uma luz no fim do túnel. A política está no meio, e esse NÃO vem por causa disso,  seu apoio candidato A ou B não vem ao caso, acho que a " ajuda " é pra ser a todos. Graças a Deus sempre tive força e coragem pra ir atrás dos meus objetivos, já tive ajuda da prefeitura e do estado, mais não são as minhas bases dos meus eventos. Agradeço a várias parcerias que eu tenho, a vereadores e pessoas públicas que fazem desse cargo , que consigo algumas coisas. E já faço a 25 anos o miss gay José Walter, tem ano que tiro do meu ordenado pra realizar os eventos, mais isso é uma satisfação e carinho em fazer isso.

ONIX - CONTA O QUE O PUBLICO PODE ESPERAR DA 25ª EDIÇÃO DO MISS GAY JOSÉ WALTER?

FM - Os 25 anos do Miss Gay José Walter, está sendo bem complicado. Não temos mais o nosso valioso CSU, então tudo complicou, tive até lugares públicos pra realizar o evento, mais não queria perder a essência do Miss, e fui atrás, lutei, chorei, mais consegui um lugar lindo, e não tirar essa edição do miss Gay José Walter do bairro. Acho que o concurso tem que ser no bairro, e ainda quando se trata de 25 anos de História. Estamos preparando uma linda festa, com 5 lindas canditadas, uma estrutura maravilhosa, um show que está sendo montado especialmente para os 25 anos, com todo o elenco do José. Então, não vejo a hora e o dia, pra realizar esse evento.


ONIX - NAARA VUITTON E LORRANA LAYSER, SÃO DUAS ARTISTAS QUE ESTÃO AO SEU LADO NA PRODUÇÃO JÁ HÁ ALGUM TEMPO, COMO VOCÊ DEFINIRIA AS DUAS?

FM - Falar de Naara Vuitton é facíl, todo mundo sabe o orgulho que tenho dela, Foi a primeira a me dar o orgulho de ter uma TOP GAY CEARÁ no meu cast de Misses. Quando fiz o convite ela ficou calada, mas aceitou o desafio o que me deixou muito feliz..Lorrana Layser gosto de dizer que fui eu que lancei ela no meio artistico, por ter começado no palco do JW. Não sou o padrinho mas isso me deixa muito orgulhoso. Elas já estão no comando do MGJW a seis anos e neste time tem também a Kyara Hilton, que este ano não estará presente pois busca hoje a noite mais uma coroa nacional na sua carreira vitoriosa. Naara e Lorrana ainda me ajundam muito, muito mesmo na produção desse evento grandioso. Quero agradecer ao Portal Onix nas pessoas de Irivan e Vladimir por puder me dar a oportunidade desta entrevista, espero que vocês gostem. ( Como brinco com eles foi preciso passar 25 anos para eles me entrevistarem)

ONIX - A PARTIR DE 2020 A TOP GAY  É OFICIALMENTE A REPRESENTATE DO CEARÁ NO MAIOR CERTAME DE BELEZA TRANSFORMISTA DO PAÍS, QUE É O MISS BRASIL GAY OFICIAL EM JUIZ DE FORA, PRA VOCÊ QUE ACOMPANHA A TRAJETORIA DO TOP TODOS ESTES ANOS, COMO VÊ A CONQUISTA DESTA VAGA E QUAL IMPORTÂNCIA DELA PARA O MOVIMENTO MISS COMO UM TODO?

FM - Sou suspeito a falar rsrsr, acho que essa vaga já era pra ser do top gay a anos. O top gay , tem uma trajetória de conquista e credibilidade no Ceará, dando a visibilidade aos menores, a periferia e por incrível que pareça, esses menores, que se tornaram o Top Gay Ceará o MAIOR CONCURSO DO ESTADO. Isso é top gay, revelar maquiadores, cabeleireiros, aderecista, estilistas e artistas. Acho, que a arte Transformista, só tem a ganhar mais, e tenho a certeza que os meninos do top gay Ceará, ainda vai dar muito à falar lá fora. Feito isso, nossa miss gay José Narrasha Delatorre, foi como Top gay pelo o estado do Roraima no Miss Brasil gay oficial, e fez história, com isso, quem Ganhou fomos todos nós. Os olhos se voltaram ao Ceará, mesmo ela não representando o estado, mais estava estampado no seu olhar o orgulho de ser cearense. Isso é fruto de um trabalho feito com humildade e compromisso dos meninos do top gay. Que essa vaga veio como presente e reconhecimento ao trabalho de 12 anos do Top gay, parabéns.
Desde já quero agradecer ao site Onix dance pela oportunidade de falar um pouco de mim, e lembrando dia 16 de Novembro as 22:00 no lê Saron Buffet a 25 ° Miss Gay José Walter 2020
Te esperamos la

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

CHÁ DAS QUINTAS COM PHANDORA DE CASTRO, MISS GAY PARÁ PLUS SIZE. POR TATIANA HILUX


TATIANA-SEJA BEM-VINDA À MINHA COLUNA CHÁ DAS QUINTAS NO PORTAL ONIXDANCE. PHANDORA DE CASTRO É UMA LINDA MISS PLUS SIZE. FALA UM POUCO COMO VAI SER SUA PARTICIPAÇÃO NO MISS BRASIL.

PHANDORA- Bem, sou drag e vou estar representando o estado do Pará no MISS BRASIL GAY PLUS SIZE OFICAL em Curitiba. Minha personagem chama-se Phandora. Por trás dessa fantasia de Phandora existe a presidente de uma associação de catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis do maior lixão a céu aberto que é o lixão do Aura na cidade de Belém do Pará. Em relação à minha participação no Miss Brasil eu vou ser a pioneira do meu estado a estar no MISS BRASIL GAY PLUS SIZE e vou representando não só o Pará, mas vou estar representando a categoria de catadores, o que para mim tá sendo uma honra e um desafio também pela falta de apoio do estado e dos movimentos LGBTQ.

TATIANA-COMO É SER FILHA DA NANDINHA DE CASTRO, ESSA FIGURA TÃO QUERIDA NO MEIO DO TRANSFORMISMO?

 PHANDORA- Sem palavras até porque ela foi uma pessoa que me estendeu a mão e que confiou no meu potencial, acreditou em mim para representar o estado no MISS BRASIL. Sou muito grato a minha madrinha.

TATIANA- NO DIA A DIA VOCÊ TRABALHA EM QUE ÁREA? FALA UM POUCO DA SUA VIDA FORA DOS PALCOS.

PHANDORA- Bem, fora dos palcos eu trabalho na área social com os catadores e ajudo a montar associações e cooperativas de trabalhos na cadeia produtiva dos RESÍDUOS SÓLIDOS.

TATIANA- QUEM MAIS TE INSPIRA NA HORA DA TRANSFORMAÇÃO? MULHERES FAMOSAS, OUTRA DRAG OU AS LINDAS TRANS EUROPEIAS?

PHANDORA- Para mim fazer show de drag é maravilhoso e sempre me inspiro na Priscila, a rainha do decerto e como perfomer me inspiro na Nandinha e na Sara de Montserrat.

TATIANA-OBRIGADA PELA PARTICIPAÇÃO AQUI NO SITE... PODERIA DEIXAR UMA MENSAGEM A TODOS QUE ESTÃO LENDO SUA MATÉRIA?

PHANDORA- Obrigada a todos e nunca desistam de você e nem de seus sonhos.

terça-feira, 12 de novembro de 2019

25ª EDIÇÃO DO MISS GAY JOSÉ WALTER CELEBRA 30 ANOS DE TRADIÇÃO E RESISTÊNCIA


Foi em 1989 que nasceu o Miss Gay José Walter, um dos mais tradicionais certames de beleza transformista do estado. Ao longo de três décadas foram 24 edição e na sua passarela passaram grandes nomes como Evita Montiel, Camilly Leycker, Thyara Cartêr, Naara Vuitton, Kelly Wellasky, Kyara Hilton, Narrasha Dellatorre entre tantas outras misses inesquecíveis.
MORGANA SCORT 89 E BYACA FIORENZZYO 18 29 ANOS DE HISTÓRIA


A partir de 2008 o Miss Gay José Walter passou a integrar a rede de concursos parceiros do Top Gay Ceará e de lá para cá se tornou o maior vencedor do certame estadual com 4 Coroas de Miss das Misses e 11 participações nas doze edições do Top.

4 MISSES JOSÉ WALTER/ 4 TOP GAY CEARÁ

O Miss Gay José Walter, ao longo de seus trinta anos de existência, pode se orgulhar de revelado grandes artistas e misses maravilhosas e pode se orgulhar de dentre tantas misses grandiosas ter feito quatro Tops.

2013 – Naara Vuitton


2015 – Kyara Hilton


2016 – Kely Wellask

2018 – Narrasha Dellatorre
NESTE SÁBADO ACONTECE A EDIÇÃO DE NÚMERO 25 E A COMEMORAÇÃO DE TRINTA ANOS DE HISTÓRIA.

Como no ano passado o bloco de shows será ocupado pelo especial: THEM AND THEM IN CELEBRATION com direção de Lorrana Layser e Mônica Lepinsk e vai contar com um grandioso elenco. Confira no banner:















O comando do microfone do Miss Gay José Walter já nomes como Lena Oxa, Tablata Fiterman e Scarlett Ohara e acora a vários anos esta missão honrosa foi dada a Naara Vuitton, Lorrana Layser e Kyara Hilton. ( Este ano Kyara não estará no comando pais disputa um título nacional no Rio de Janeiro na mesma noite)




CONFIRA AS QUATRO CANDIDATAS AO TÍTULO DE MISS GAY JOSÉ WALTER
YASMIN BRUNELLA


EMILLY ADLLER


NICOLE GANZARELLY


BEATRIZ LEMOS






segunda-feira, 11 de novembro de 2019

'NÃO FAZ A MENOR DIFERENÇA EU SER GAY OU HÉTERO’, AFIRMA MATHEUS RIBEIRO APÓS 'JORNAL NACIONAL'

Matheus Ribeiro, âncora da TV Anhanguera, afiliada da Globo em Goiás, esteve na bancada do Jornal Nacional no último sábado, 9, ao lado de Larissa Pereira, que comanda o telejornal na Paraíba.


Ele é o primeiro homossexual assumido a comandar o jornal. Recentemente, ele admitiu publicamente um romance com Yuri Piazarollo, capitão do BOPE - Batalhão de Operações Especiais em Rondônia. 
Em entrevista ao colunista Leo Dias, Matheus falou sobre a atuação no JN neste sábado.
“Eu não queria minha vida exposta, mas um site sensacionalista usou uma imagem nossa, com os rostos borrados, e publicou a seguinte manchete: ‘Âncora do JN vive romance gay com policial do BOPE’. Achei aquilo um absurdo. Não faz a menor diferença eu ser gay ou hétero. Só espero sinceramente o dia que isso não seja mais uma notícia”, declarou. 
A participação na bancada do Jornal Nacional foi muito aguardada por Matheus e por todos os que o acompanham em Goiás. “Obrigado! Só assim posso resumir o que estou sentindo”, escreveu no perfil oficial no Instagram.

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por Matheus Ribeiro (@matheusribeirotv) a

Matheus Ribeiro também levou o namorado para conhecer os estúdios da Globo no Rio de Janeiro. “É hoje! Fazemos questão da sua companhia!”, escreveu Yuri. O apresentador respondeu: “Obrigado por estar comigo neste momento! Quero ser um porto seguro para você também!”, disse.

Fonte:Estadão

THIFANNY BERTUZZO É A MISS RECIFE GAY 2020


A capital pernambucana conheceu na quinta-feira 07 sua representante no Miss Pernambuco Gay, que leva sua vencedora ao Miss Brasil Gay Oficial em Juiz de Fora. O Miss Recife Gay é mais um evento que leva a assinatura do promoter Angelo Santoro.











A transformista Thifanny Bertuzzo conquistou a coroa e foi eleita Miss Recife Gay, em segundo lugar ficou Niara Güior e em terceiro Lana Albuquerque.



DESTAQUE PARA A NOSSA MISS BRASIL GAY OFICIAL

Antônia Gutierrez aparece sempre muito bem vestida e na noite da última quinta-feira não foi diferente. Nossa representante maior da beleza transformista nacional, chegou ao Clune Encontru's em uma belisso vestido em alta costura na cor lilás. Aliás nossa Miss Brasil Gay Oficial dar uma verdadeira aula de como deve se vestir uma miss a cada aparição. Confira o modelo:



sexta-feira, 8 de novembro de 2019

PARADA LGBT DO LEBLON ACONTECE NESTE DOMINGO 10 DE NOVEMBRO

"Tire o seu racismo do meu caminho, que eu vou passar com minha cor", é o tema do ato que acontece na Cruzada São Sebastião. A 2° edição da Parada LGBT do Leblon será realizada neste domingo, e abordará o preconceito racial. A passeata conta com o apoio da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio (CEDS RIO). A organização espera que cerca de 10 mil pessoas compareçam ao evento, marcado para começar ao meio-dia.
"Pelo segundo ano consecutivo, a Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual abraçou o projeto da Parada LGBT do Leblon, na Cruzada São Sebastião. É importante continuar buscando visibilidade pela luta contra qualquer tipo de preconceito, seja ele por orientação sexual, identidade de gênero, cor ou religião. Precisamos levantar a bandeira da diversidade todos os dias. Porque o mundo é diverso, e todas as pessoas merecem respeito", ressalta o Coordenador Especial da Diversidade Sexual da Prefeitura do Rio, Nélio Georgini.
Realizado no conjunto habitacional Cruzada São Sebastião, à margem do Jardim de Alá, a Parada é organizada por Thabata Rios, de 31 anos, mulher transexual, nascida e criada no local. "Meu intuito é atrair LGBTs de todos os lugares da cidade. A Cruzada São Sebastião é muito peculiar, estamos no asfalto e na Zona Sul, mas estamos segregados. Por isso, convido todos que sofrem por sua condição social, sexualidade, identidade de gênero, raça ou qualquer outro motivo", pontua Thabata.
Cerca de 35 artistas LGBTs ou que lutam pela causa irão animar a festa, que terá um trio elétrico. Antes disso, às 10h, haverá um trabalho social com recreação para crianças, corte de cabelo gratuito, 2ª via de documentos, distribuição de lanches e materiais de prevenção às DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).
SERVIÇO: Parada LGBTQI do Leblon / Local: Rua Humberto de Campos, Leblon. / Dia: 10 de novembro de 2019 / Horário: meio-dia.
Fonte:Jornal do Brasil

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

CHÁ DAS QUINTAS COM SAMANTHA VILLARROEL, BY TATIANA HILUX


TATIANA:FELIZ EM RECEBER ESSA PERSONALIDADE QUE É TÃO QUERIDA DE SEU PÚBLICO, SAMANTHA VILLAROEL... MINHA LINDA FALA UM POUCO SOBRE COMO SURGIU SUA PERSONAGEM TRANSFORMISTA, POR FAVOR...

SAMANTHA: Em 2007 eu participei de um concurso de dança na escola, eu nem sabia que ia ter esse concurso, encima da hora fui na casa do meu primo, Welton, que é meu vizinho e peguei sem ele saber um cd daí fui na escola e falei quero o número 6 e dancei e era um cd da Britney Spears com a música Circus, ganhei em primeiro lugar. Comecei com um grupo de dança, mas ainda dançava como menino e só em 2011 que comecei a ser Drag Queen.

TATIANA: VOCÊ RELATOU QUE POSSUI UM TRABALHO SOCIAL IMPORTANTE EM SUA CIDADE. COMO PODERÍAMOS AJUDAR?

 SAMANTHA: Sim, com Crianças ESPECIAIS, crianças CARENTES  e crianças com CÂNCER, pra poder ajudar pode ser feito qualquer doação aí direciono para cada grupo.

TATIANA: FALA UM POUCO SOBRE PRECONCEITO... SOFREMOS VÁRIOS E SOCIALIZAR AJUDA A RECUPERAR...

SAMANTHA: Preconceito é uma opinião que formamos das pessoas antes de conhecê-las. É um julgamento apressado e superficial e muito perigoso pois ao invés de melhorar a nossa vida e da sociedade acaba trazendo muitas situações complicadas e até mesmo violentas.

TATIANA:QUAL É A MAIOR VITÓRIA QUE VOCÊ CONSIDERA EM SUA CARREIRA ATÉ AGORA?

SAMANTHA: Em ser a Fada Madrinha e da Apresentação que tirei a peruca e fiquei careca para mais ou menos 30 Crianças com câncer... Foi lindo!

TATIANA:QUEM É O RAPAZ POR TRÁS DA MAQUIAGEM? VOCÊ PODERIA FALAR UM POUCO DO SEU DIA A DIA?

SAMANTHA: No dia a dia, atrás dos holofotes, a Samantha é um menino que está sempre procurando pessoas para ajudar, pessoas com os mais variados tipos de problema como depressão, câncer, ansiedade, etc...

TATIANA:QUAIS OS PRÓXIMOS PASSOS EM SUA CARREIRA? TEM ALGO QUE VOCÊ POSSA REVELAR PARA O PORTAL ONIXDANCE?

SAMANTHA: Próximo passo é o instituto da Samantha Villarroel. Esse instituto vai fazer todos os tipos de doações para as pessoas que precisam de ajuda, alimentos, roupas, tipo uma assistência social...

TATIANA:DESDE JÁ AGRADECEMOS IMENSAMENTE SUA DISPONIBILIDADE E TEMPO, UM FORTE ABRAÇO E PEDIMOS QUE DEIXE UMA MENSAGEM PARA OS LEITORES...

SAMANTHA: Fiquei apaixonada muito obrigada pelo carinho vou deixar uma  mensagem que levo sempre: Siga o Som do seu Coração

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

KYARA HILTON EM BUSCA DE MAIS UM TÍTULO NACIONAL


Kyara Hilton é uma das mais vitoriosas misses cearenses e ostenta em seu currículo, títulos grandiosos como o Top Gay Ceará 2015 e Miss Glamour Gay Brasil 2016,  após um tempo ela se prepara para voltar as passarelas e mais que isso, ela parte em busca de mais um título nacional.














A segunda coroa a nível Brasil pode vim do MISS WORLD GAY BRASIL, que acontece na Turma Ok no Rio de Janeiro, no sábado dia 16.

Beleza, postura, elegância e uma passarela maravilhosa, fazem de Kyara Hilton favoritíssima a ao título.

Artista consagrada nos palcos através da dublagem, Kyara Hilton teve um reinado marcante como Top Gay Ceará 2015 o que a tornou muito popular.