sábado, 19 de janeiro de 2019

DANÇARINO ALEGA TER SIDO ESTUPRADO POR MICHAEL JACKSON POR 7 ANOS

Wade Robson, que processou Michael Jackson pedindo US$ 1,6 bilhão em 2016, alega que o cantor o estuprou ao longo de 7 anos. A acusação foi revelada no documentário Leaving Neverland, que também investigou outros supostos abusos cometidos pelo Rei do Pop.
De acordo com o Daily Mail, o dançarino alega no processo que o músico o beijava, se masturbava enquanto o observava nu de quatro e acariciava suas genitais com as mãos e com a boca. Esses abusos teriam acontecido quando Robson tinha entre 7 e 14 anos. “Não podemos nunca dizer a ninguém o que estamos fazendo aqui. As pessoas são ignorantes e nunca iriam entender que amamos um ao outro e é assim que demonstramos isso. Se alguém descobrir isso, nossas vidas e carreiras estarão acabadas”, teria dito Jackson, segundo Robson.
O mais estranho é que o dançarino foi uma testemunha fundamental para a absolvição do músico em um caso similiar em 2005. Um juiz que trabalhou no processo de 2016, disse que os bens do cantor, que faleceu em 25 de junho de 2009, não poderiam ser responsabilizados pelas alegações feitas por Robson. O tribunal só não comentou sobre a validade do processo.
Fonte: Revista Monet

Nenhum comentário:

Postar um comentário