VENHA PARA O NOVO TABABADO!

VENHA PARA O NOVO TABABADO!
WWW.ONIXDANCE.COM.BR

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

ROBERTA CLOSE COMPLETA 50 ANOS, E CONFESSA QUE NÃO QUER VOLTAR AO BRASIL POR CAUSA DO PRECONCEITO

Nos anos 80, a mulher mais bonita do país era uma transexual. E quem se importava? Muitos. Mesmo assim, ela virou musa, modelo, atriz, ganhou fama, dinheiro e até uma música. Tudo por sua simpatia e uma beleza exuberante. Muitos closes se passaram de lá para cá, e Roberta Gambine Moreira, que completou 50 anos no último dia 07, ainda não conseguiu vencer o seu maior inimigo: o medo do preconceito.

Por causa dele, essa carioca do Bairro de Fátima, que virou uma mania nacional quando surgiu, prefere viver fora do Brasil, na cidade de Zurique, na Suíça, longe dos holofotes e ao lado do marido, um alto funcionário da Nestlé, o suíço Roland Granacher, com quem está casada há 20 anos.

Roberta Close é descrita hoje pelos amigos como uma mulher sofisticada. Dona de casa e falando cinco idiomas (português, francês, italiano, inglês e alemão), ela passa a maior parte do tempo se cuidado e viajando com o marido pela Europa, onde é bastante conhecida. Frequentadora das rodas da alta sociedade europeia, Roberta chama a atenção pelo glamour. “Ela foi lapidada, foi aprendendo com o tempo. Hoje, ela se veste muito bem, está chiquérrima. Tem classe, porte”, avalia Kelly Cunha, sua melhor amiga. “Roberta é uma verdadeira dama europeia. Foi para a Suíça e conquistou uma cultura generalizada”, completa a travesti e amiga Rogéria.


Festeira assumida, segundo a sua sobrinha, Roberta comemorou a chegada dos seus 50 anos viajando. “Ela sempre gostou de comemorar aniversário, de sair para festas, mas esse ano ela foi festejar viajando com o marido”, conta Carolina.

Com informações Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário