VENHA PARA O NOVO TABABADO!

VENHA PARA O NOVO TABABADO!
WWW.ONIXDANCE.COM.BR

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

RELEMBRE ALGUNS DOS GRANDES NOMES QUE O MUNDO ARTÍSTICO PERDEU PARA A AIDS.

A Aids surgiu no Brasil nos anos 80 e, desde então, há luta para desmitificar o tema e quebrar preconceitos. Artistas que contraíram o vírus tiveram dois comportamentos distintos: esconder do público ou falar abertamente sobre sua condição. Os que decidiram se abrir, se tornaram símbolos da luta, como Cazuza. Veja os grandes nomes que o mundo dos famosos perdeu para a doença
Cazuza 
O cantor se tornou um símbolo da luta contra a Aids. Ele assumiu, em rede nacional, ser portador da doença e deu entrevistas sobre o assunto. Em 1990, aos 32 anos, morreu em decorrência após diversos tratamentos alternativos.
Rock Hudson 
O galã dos anos 50 e 60 descobriu a doença em 1984 e a manteve em segredo. Em 1985, após a imprensa chocar-se com a aparência do ator, o agente dele comunicou que ele tinha Aids e que, provavelmente, contraiu após transfusão de sangue. Rock passou por vários tratamentos, mas em outubro do mesmo ano, aos 60 anos, morreu devido a complicações da doença. Vários veículos especularam a homossexualidade do ator e foi descoberto, mais tarde, que ele tinha um amante.
Renato Russo 
Ele nunca admitiu ser portador da doença, mas morreu vítima dela em 1996, aos 36 anos. O cantor contraiu a Aids de Scott, um de seus namorados. Quando se envolveram, Scott estava no estado terminal.
Freddie Mercury 
Os boatos de que Freddie era portador da doença começaram em 1986, mas ele negou veementemente. Foi diagnosticado em 1987, mas preferiu manter segredo. A aparência dele mudou rapidamente e o público começou a especular. Em 1991, já completamente debilitado, o cantor resolveu anunciar sua condição. O anúncio foi feito em 22 de novembro, ele morreu no dia seguinte, aos 45 anos.
Caio Fernando Abreu  
Em 1994, ele descobriu ser portador do vírus e foi um dos primeiros escritores a falar sobre o tema. Ele morreu em 1996, dois anos após descobrir a doença, aos 48 anos.
Wagner Bello 
Você deve lembrar-se dele no papel de Etevaldo, no Castelo Rá-Tim-Bum, da TV Cultura. Foi seu único papel de destaque na televisão. Wagner descobriu que era portador de Aids em 1994 e morreu semanas depois do diagnóstico, aos 34 anos.
Lauro Corona  
Outro galã dos anos 80 que foi vítima da doença, Lauro morreu em 1989, aos 32 anos. Foi uma das primeiras personalidades brasileiras a morrer por decorrência da Aids. Lauro negou até a morte ser portador do vírus e até tentou tratá-lo com homeopatia.
Cláudia Magno 
Em 1993, Cláudia começou a ter febre alta, um dos sintomas da doença, mas, mesmo após várias consultas, não foi diagnosticada. Um mês depois, teve uma pneumonia grave que afeta pessoas com alta baixa imunológica. Um médico desconfiou que ela estivesse com Aids e descobriu a doença. Claudia tinha uma vida saudável e suspeita-se que ela contraiu a doença do ex-namorado, Marcelo Ibrahim, que morreu anos antes. Claudia morreu em 1994, aos 35 anos.
 Sandra Bréa 
A atriz que foi símbolo sexual dos anos 80 foi a primeira mulher brasileira a assumir a Aids. O anúncio aconteceu em 1993 e ela morreu sete anos depois, vítima de câncer de pulmão.
Com informações: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário