segunda-feira, 30 de setembro de 2013

'NÃO DORMI PARA NÃO ACORDAR DESTE SONHO', DIZ MISS BRASIL 2013


O primeiro dia na condição de mulher mais bonita do Brasil foi "extremamente feliz", conta Jakelyne Oliveira, 20 anos, eleita Miss Brasil 2013 neste sábado (28). Depois de uma noite de gala em Belo Horizonte (MG), onde foi realizada a final do concurso, a morena curte o título e começa a cumprir compromissos profissionais.
 “Coloquei a cabeça no travesseiro e não dormi para não acordar deste sonho”, diz, em entrevista ao G1, numa pausa na arrumação de malas, prestes a seguir para o aeroporto.
 Jakelyne é natural de Rondonópolis (MT) e representou o próprio estado. Ela conta que o momento da conquista do título foi algo inacreditável e que chegou a dar os parabéns para a Miss Minas Gerais, Janaína Ribeiro, que ficou em segundo lugar. “Quando foi anunciado o top 2, com as duas mais bonitas, falei: ‘Janaína, você é merecedora deste título’ e ela começou a chorar”, relembra, sobre o momento em que as duas candidatas aguardavam o anúncio final. “Me surpreendi quando acabou. Falei: ‘Deus, eu quero estar no top 5. Se conseguir, já estou muito feliz’. Nunca imaginei que iria ganhar”, afirma. Mas a nova miss Brasil revela que desde pequena acompanhava o evento pela televisão e ficava deslumbrada.
 Logo ao deixar o palco, já começaram as entrevistas, mas ela fez questão de ter um minuto com a mãe. “Assim quer terminou, perguntei pela minha mãe. Nos abraçamos e chorei muito. Ela, emocionada, chorou junto comigo”, lembra. Depois de exibir corpo escultural, Jakeline afrouxou a dieta e se permitiu comer arroz, file à milanesa e batata frita no primeiro almoço como Miss Brasil 2013.
“Desde que comecei a me preparar para o concurso não comi carboidrato. Mas é somente hoje, amanhã volto toda a rotina”, fala.

Os dias que antecederam ao título foram de muita disciplina e dedicação. Acostumada a malhar seis vezes por semana, ela precisou encontrar um tempinho para os treinos durante os ensaios. “Paguei excesso de bagagem no aeroporto porque trouxe pesinhos e tornozeleiras para Minas. Malhei no quarto do hotel, com orientação de um personal pela internet”, revela. “Valeu a pena. Fui elogiada como melhor corpo do concurso. É muito bom você ter o reconhecimento do seu esforço”, diz, relevando que chegou a perder cerca de 2 kg até a grande noite.
  Agora, a morena de 1,76 metro de altura, 55 kg, 62 centímetros de cintura, 93 quadril e 89 de busto, encara a preparação para o Miss Universo, em junho, na Rússia.
No próximo ano, ela vai viver em São Paulo, mas não vê a hora do reencontro com a cidade natal. “Na sexta, vou até minha cidade agradecer. Vai ser muito importante. Eu sou a primeira rondonopolitana a ganhar um título de miss. Farei todo o possível para levar o nome do meu estado, focando sempre na minha raiz, que é o Mato Grosso.
Para [o estado] ser reconhecido não só pela agricultura, mas pelo turismo, cultura e tradições.” Em dois anos, este é o quinto título de Jakeline em concursos de beleza, incluindo o Miss Rondonópolis 2012 e o Miss Mato Grosso 2013. O incentivo, segundo ela, partiu do namorado e da família. Emocionada, recorda que o pai já falecido cantava que ela seria reconhecida como “a mulher mais bonita do Brasil”.
Fonte:G1